Justiça

Professor da UFRJ é alvo da PF em operação contra tráfico de fósseis

0
Operação Santana Raptor da PF combate o tráfico de fósseis
Divulgação: PF

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (22) uma operação para desarticular uma rede de tráfico de fósseis raros encontrados na Chapada do Araripe, no Sul do Ceará. Os agentes cumprem 19 mandados de busca apreensão, sendo 17 no Ceará e dois no Rio de Janeiro. Um dos alvos é um professor e pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Dois homens foram presos em flagrante com fósseis nos municípios cearenses de Santana do Cariri e Nova Olinda. A investigação aponta que eles são negociadores de fósseis e receptores de pagamentos do professor da UFRJ para coleta e guarda dos objetos arqueológicos.

No Rio, os policiais fazem buscas no Instituto de Geociências da UFRJ, no Fundão, na Zona Norte.

A investigação começou em 2017 e descobriu a atuação de uma rede de empresários, servidores públicos e atravessadores que negociam fósseis raros da região. Os fósseis são extraídos ilegalmente por trabalhadores de pedreiras em Nova Olinda e Santana do Cariri e são vendidos de forma criminosa.Operação Santana Raptor da PF combate o tráfico de fósseis

Os investigados podem responder pelos crimes de organização criminosa, usurpação de bem da União e crimes ambientais, previstos nas leis federais 12.850/13, 8.176/91 e 9.605/98, com penas de até 16 anos de prisão.

A operação foi batizada de Santana Raptor em referência ao gênero de dinossauro encontrado na região da Chapada do Araripe.Operação Santana Raptor da PF combate o tráfico de fósseis

Outras nóticias

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de privacidade

TERMOS DE USO PARA PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS

  1. Em respeito ao direito fundamental de liberdade de expressão, o Portal permite aos Usuários que publiquem comentários junto das notícias e opiniões veiculadas nesta página.
  • O Usuário, sob pena de responder civil e penalmente, compromete-se em fornecer informações verdadeiras e atualizadas para sua identificação pessoal, e isenta o Portal de notícias de responsabilidade quanto a eventuais informações inverídicas que venha a prestar.
  • Usuários menores de 18 anos, que venham a se manifestar e comentar as notícias e opiniões disponíveis no portal, deverão ser assistidos de seus responsáveis, que responderão civil e penalmente pelo conteúdo.
  • O Usuário compromete-se em publicar comentários e manifestações cordiais, que não violem a legislação nacional vigente ou que impliquem em ilícito de qualquer natureza. Sendo vedada qualquer manifestação discriminatória ou que atente contra a dignidade da pessoa humana.
  • Ao publicar comentário, o Usuário autoriza o Portal que exiba o conteúdo por tempo indeterminado, sem qualquer restrição. Sendo facultado ao Portal que se utilize do conteúdo para qualquer fim, sem qualquer ônus, independentemente de consentimento.
  • O Portal se reserva ao direito de registrar e armazenar qualquer comentário realizado pelo Usuário na página, ainda que tal conteúdo venha a ser indisponibilizado ou excluído por qualquer razão.
  • O Portal se reserva ao direito de suspender, remover ou indisponibilizar qualquer comentário ou manifestação realizada pelo Usuário nesta plataforma, independentemente de comunicação prévia ou de justificativa de motivos.
  • O Portal resguarda a possibilidade de fornecer dados e registros dos Usuários às autoridades públicas, com o objetivo de colaborar com procedimentos oficiais de natureza judicial ou administrativa.