Justiça

PF faz operação contra tráfico internacional de drogas via Afonso Pena

0

Investigações apontam que pessoas são cooptadas para se passarem por turistas, mas que na verdade transportam drogas em malas embarcadas em voos internacionais, partindo do Aeroporto Afonso Pena, na cidade de São José dos Pinhais. Essas pessoas são conhecidas popularmente como “mulas”.

A Polícia Federal está cumprindo na manhã desta sexta-feira (16) dois mandados de busca e apreensão nos endereços de duas investigadas e um mandado de prisão preventiva contra uma delas, em razão de investigação criminal que apura tráfico internacional de drogas. Os mandados são cumpridos na cidade de Curitiba e foram expedidos pela 13ª Vara da Justiça Federal da cidade.

Uma das investigadas agiu como aliciadora da pessoa presa em flagrante, enquanto que a outra, cuja prisão preventiva foi decretada, providenciou o pagamento de todas as despesas da “mula”, a entrega da mala com a droga, a remuneração pela viagem e ainda orientou a estudante a como se portar para evitar chamar a atenção da Polícia Federal.

Ambas responderão criminalmente pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, cujas penas somadas podem chegar a 25 anos de prisão.

Outras nóticias

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de privacidade

TERMOS DE USO PARA PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS

  1. Em respeito ao direito fundamental de liberdade de expressão, o Portal permite aos Usuários que publiquem comentários junto das notícias e opiniões veiculadas nesta página.
  • O Usuário, sob pena de responder civil e penalmente, compromete-se em fornecer informações verdadeiras e atualizadas para sua identificação pessoal, e isenta o Portal de notícias de responsabilidade quanto a eventuais informações inverídicas que venha a prestar.
  • Usuários menores de 18 anos, que venham a se manifestar e comentar as notícias e opiniões disponíveis no portal, deverão ser assistidos de seus responsáveis, que responderão civil e penalmente pelo conteúdo.
  • O Usuário compromete-se em publicar comentários e manifestações cordiais, que não violem a legislação nacional vigente ou que impliquem em ilícito de qualquer natureza. Sendo vedada qualquer manifestação discriminatória ou que atente contra a dignidade da pessoa humana.
  • Ao publicar comentário, o Usuário autoriza o Portal que exiba o conteúdo por tempo indeterminado, sem qualquer restrição. Sendo facultado ao Portal que se utilize do conteúdo para qualquer fim, sem qualquer ônus, independentemente de consentimento.
  • O Portal se reserva ao direito de registrar e armazenar qualquer comentário realizado pelo Usuário na página, ainda que tal conteúdo venha a ser indisponibilizado ou excluído por qualquer razão.
  • O Portal se reserva ao direito de suspender, remover ou indisponibilizar qualquer comentário ou manifestação realizada pelo Usuário nesta plataforma, independentemente de comunicação prévia ou de justificativa de motivos.
  • O Portal resguarda a possibilidade de fornecer dados e registros dos Usuários às autoridades públicas, com o objetivo de colaborar com procedimentos oficiais de natureza judicial ou administrativa.