Saúde

Número de candidatos que contraíram covid-19 sobe com campanhas nas ruas

0
Eleições acontecem em novembro Sérgio Lima

Várias cidades do Brasil, incluindo 5 capitais, já registraram casos de candidatos infectados pela covid-19 desde o início das campanhas nas ruas, em 27 de setembro. E, pelo menos 9 políticos que concorriam nestas eleições morreram da doença desde 23 de setembro. O levantamento é de estudo da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), divulgado pelo portal UOL.

Candidatos que contraíram o vírus nas capitais suspenderam suas campanhas nas ruas. Na 4ª feira (14.out.2020), Gustavo Paim (PP), vice-prefeito de Porto Alegre e candidato a prefeito da cidade, teve seu diagnóstico de covid-19 divulgado. A candidata a vice-prefeita da mesma chapa, Carmen Santos, também está com a doença.

O prefeito e candidato à reeleição em Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), disse em suas redes sociais, na 2ª feira (12.out.2020), que também contraiu a doença.

Rubens Pereira Júnior (PC do B), candidato à prefeitura de Sao Luís (MA), informou na semana passada que também está infectado. No mesmo dia, José Sarto (PDT), candidato a prefeito de Fortaleza (CE), teve o mesmo diagnóstico. Poucos dias depois, seu aliado de partido, Ciro Gomes, também anunciou estar com a doença.

Candidatos à prefeitura de Manaus, Chico Preto (DC) e Romero Reis (Novo) disseram, no começo de outubro, estarem com a covid-19. Em Cuiabá, o candidato a prefeito Aécio Rodrigues (PSL) também disse estar com a doença. No Rio de Janeiro, Clarrisa Garotinho (Pros), candidata a prefeita, divulgou em suas redes sociais que foi infectada pelo coronavírus.

Pelo menos 9 candidatos morreram de covid-19 nas últimas semanas. A última morte aconteceu na 5ª feira (15.out.2020). Foi o ex-vereador e candidato ao mesmo cargo Coronel Rozendo (PV), na cidade de Sorocaba (SP). No mesmo Estado, em Barretos, o vereador e candidato à reeleição Olímpio Jorge Naben (DEM) morreu da doença na 2ª feira (12.out.2020). Em Penápolis (SP), o candidato a vereador da cidade e radialista Rubinho Costa (PSD) teve a mesma causa da morte, na semana anterior.

O candidato à vice-prefeitura da cidade de Novo Gama, Goiás, Francisco Viana (Psol), e o candidato a vereador em Mineiros, no mesmo Estado, César Loteria (MDB) também morreram da doença.

No domingo (4.out.2020), o ex-prefeito e candidato à reeleição em Ibema, Paraná, Aramitan Antônio Fortunato (Pros) também teve a mesma causa de morte. Na capital do Estado, Curitiba, o candidato a vereador, Pastor Damaceno Junior (PSD) morreu no sábado (10.out.2020).

Na 2ª feira (28.set.2020), a candidata a vereadora de Ariquemes, Rondônia, Olímpia Torres Fernandes Franco (Republicanos) morreu de covid-19. Também na região Norte, na 4ª feira (23.set.2020), o vice-prefeito e candidato à reeleição na cidade de Barrolândia, Tocantins, Odair Alves Machado (DEM) teve a mesma causa de morte.

Outras nóticias

Suécia libera idosos de isolamento

Contrariando países europeus, a Suécia anunciou que os idosos não precisam mais se isolar para proteger-se da pandemia. A agência responsável pelo combate à Covid-19 afirmou que a decisões foi baseada em pesquisas do governo sobre riscos crescentes à saúde ...

Brasil não importa vacinas da China

Das 31 vacinas que estão disponíveis de graça pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil, 16 são importadas. Destas, oito são de laboratórios indianos, entre elas está a Tríplice Viral, que protege contra Sarampo, Caxumba e Rubéola. Na sequência, aparece a ...

OMS É CONTRA VACINAÇÃO OBRIGATÓRIA. BOLSONARO ESTÁ COM A RAZÃO?

A vice-diretora da entidade, Mariângela Simão, disse que é contra “medidas autoritárias” nesse sentido A OMS (Organização Mundial da Saúde) não recomenda que a aplicação de vacinas contra covid-19 seja obrigatória em qualquer país. A vice-diretora da entidade, Mariângela Simão, ...

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de privacidade

TERMOS DE USO PARA PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS

  1. Em respeito ao direito fundamental de liberdade de expressão, o Portal permite aos Usuários que publiquem comentários junto das notícias e opiniões veiculadas nesta página.
  • O Usuário, sob pena de responder civil e penalmente, compromete-se em fornecer informações verdadeiras e atualizadas para sua identificação pessoal, e isenta o Portal de notícias de responsabilidade quanto a eventuais informações inverídicas que venha a prestar.
  • Usuários menores de 18 anos, que venham a se manifestar e comentar as notícias e opiniões disponíveis no portal, deverão ser assistidos de seus responsáveis, que responderão civil e penalmente pelo conteúdo.
  • O Usuário compromete-se em publicar comentários e manifestações cordiais, que não violem a legislação nacional vigente ou que impliquem em ilícito de qualquer natureza. Sendo vedada qualquer manifestação discriminatória ou que atente contra a dignidade da pessoa humana.
  • Ao publicar comentário, o Usuário autoriza o Portal que exiba o conteúdo por tempo indeterminado, sem qualquer restrição. Sendo facultado ao Portal que se utilize do conteúdo para qualquer fim, sem qualquer ônus, independentemente de consentimento.
  • O Portal se reserva ao direito de registrar e armazenar qualquer comentário realizado pelo Usuário na página, ainda que tal conteúdo venha a ser indisponibilizado ou excluído por qualquer razão.
  • O Portal se reserva ao direito de suspender, remover ou indisponibilizar qualquer comentário ou manifestação realizada pelo Usuário nesta plataforma, independentemente de comunicação prévia ou de justificativa de motivos.
  • O Portal resguarda a possibilidade de fornecer dados e registros dos Usuários às autoridades públicas, com o objetivo de colaborar com procedimentos oficiais de natureza judicial ou administrativa.