Justiça

Milton Lyra é alvo de operação contra fraudes de R$ 87 milhões no Postalis

0
Milton Lyra
Crédito Marcos Oliveira/Agência Senado.

O MPF no Distrito Federal deflagrou na última quinta mais uma operação contra fraudes no Postalis, o fundo de pensão dos funcionários dos Correios. Foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão em endereços do empresário Milton Lyra, ligado ao MDB.

Foram apreendidos laptops, celulares, cartões de memória, documentos e até obras de arte.

Lyra é apontado como líder de uma organização criminosa dedicada a abrir em encerrar empresas com o objetivo de fraudes investimentos feitos com dinheiro do Postalis. De acordo com os investigadores, só nesse caso a organização levou mais de R$ 87 milhões do fundo de pensão.

O empresário é acusado de, além de liderar a organização criminosa, cometer crimes contra o sistema financeiro e lavar dinheiro por meio empresas localizadas em na Flórida, nos Estados Unidos, e em paraísos fiscais.

De acordo com o MPF, o esquema liderado por Lyra consistia em abrir e encerrar empresas para ocultar a origem e o destino dos valores ilegais.

“As investigações revelaram que Mílton Lyra construiu, ao longo dos anos, ampla rede de vínculos, diretos e indiretos, com pessoas jurídicas, funcionários, sócios e outros parceiros, a fim de obter vantagens por meio de crimes como aqueles contra o Sistema Financeiro Nacional e tráfico de influência. Os procuradores também apontam que a organização criminosa atua influenciando em decisões de agentes públicos”, diz o MPF, em nota.

Lyra já é investigado em outros casos e já teve medidas restritivas impostas a ele – está proibido de sair do Brasil e teve contas bloqueadas pela Justiça. Mas, segundo os investigadores, ele criou novos mecanismos para continuar cometendo crimes, como a abertura de empresas em nome de terceiros e a compra de um espaço de armazenamento para guardar documentos que comprovariam a ilegalidade de suas atividades.

Segundo o MPF, a conduta foi adotada na época da deflagração da operação Rizoma, em 2018.

Outras nóticias

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de privacidade

TERMOS DE USO PARA PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS

  1. Em respeito ao direito fundamental de liberdade de expressão, o Portal permite aos Usuários que publiquem comentários junto das notícias e opiniões veiculadas nesta página.
  • O Usuário, sob pena de responder civil e penalmente, compromete-se em fornecer informações verdadeiras e atualizadas para sua identificação pessoal, e isenta o Portal de notícias de responsabilidade quanto a eventuais informações inverídicas que venha a prestar.
  • Usuários menores de 18 anos, que venham a se manifestar e comentar as notícias e opiniões disponíveis no portal, deverão ser assistidos de seus responsáveis, que responderão civil e penalmente pelo conteúdo.
  • O Usuário compromete-se em publicar comentários e manifestações cordiais, que não violem a legislação nacional vigente ou que impliquem em ilícito de qualquer natureza. Sendo vedada qualquer manifestação discriminatória ou que atente contra a dignidade da pessoa humana.
  • Ao publicar comentário, o Usuário autoriza o Portal que exiba o conteúdo por tempo indeterminado, sem qualquer restrição. Sendo facultado ao Portal que se utilize do conteúdo para qualquer fim, sem qualquer ônus, independentemente de consentimento.
  • O Portal se reserva ao direito de registrar e armazenar qualquer comentário realizado pelo Usuário na página, ainda que tal conteúdo venha a ser indisponibilizado ou excluído por qualquer razão.
  • O Portal se reserva ao direito de suspender, remover ou indisponibilizar qualquer comentário ou manifestação realizada pelo Usuário nesta plataforma, independentemente de comunicação prévia ou de justificativa de motivos.
  • O Portal resguarda a possibilidade de fornecer dados e registros dos Usuários às autoridades públicas, com o objetivo de colaborar com procedimentos oficiais de natureza judicial ou administrativa.