Justiça

Infraero é alvo de operação da PF por fraudes em licitações

0
Aeroporto de Congonhas, em imagem de arquivo — Foto: Reprodução/TV Globo
Aeroporto de Congonhas, em imagem de arquivo — Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (21), uma operação que investiga supostas fraudes em licitações da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Os agentes cumprem 19 mandados de busca e apreensão em no Distrito Federal e em cinco estados.

As investigações apontam que as ações ilícitas, que seriam praticadas por funcionários da Infraero e por empresários de turismo e alimentação entre 2016 e 2018, consistiam em fraudar licitações das áreas ‘lounge’ e quiosques de alimentação nos aeroportos de Congonhas em São Paulo e Santos Dumont no Rio de Janeiro”, informou a PF.

Com isso, essas áreas eram subavaliadas e as empresas que não estavam associadas ao grupo, desqualificadas. “Assim, permitia-se a contratação de propostas menos vantajosas para a Infraero em fraudes estimadas em cerca de R$ 10 milhões de reais”, segundo a corporação.

As investigações começaram com a comunicação dos fatos pelo Ministério da Infraestrutura, após apurações dentro da própria Infraero.

Ao todo, 90 policiais federais participam da operação, que ocorre em:

  • Brasília
  • São Paulo
  • Rio de Janeiro
  • Bahia
  • Paraná
  • Rio Grande do Norte

Outras nóticias

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de privacidade

TERMOS DE USO PARA PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS

  1. Em respeito ao direito fundamental de liberdade de expressão, o Portal permite aos Usuários que publiquem comentários junto das notícias e opiniões veiculadas nesta página.
  • O Usuário, sob pena de responder civil e penalmente, compromete-se em fornecer informações verdadeiras e atualizadas para sua identificação pessoal, e isenta o Portal de notícias de responsabilidade quanto a eventuais informações inverídicas que venha a prestar.
  • Usuários menores de 18 anos, que venham a se manifestar e comentar as notícias e opiniões disponíveis no portal, deverão ser assistidos de seus responsáveis, que responderão civil e penalmente pelo conteúdo.
  • O Usuário compromete-se em publicar comentários e manifestações cordiais, que não violem a legislação nacional vigente ou que impliquem em ilícito de qualquer natureza. Sendo vedada qualquer manifestação discriminatória ou que atente contra a dignidade da pessoa humana.
  • Ao publicar comentário, o Usuário autoriza o Portal que exiba o conteúdo por tempo indeterminado, sem qualquer restrição. Sendo facultado ao Portal que se utilize do conteúdo para qualquer fim, sem qualquer ônus, independentemente de consentimento.
  • O Portal se reserva ao direito de registrar e armazenar qualquer comentário realizado pelo Usuário na página, ainda que tal conteúdo venha a ser indisponibilizado ou excluído por qualquer razão.
  • O Portal se reserva ao direito de suspender, remover ou indisponibilizar qualquer comentário ou manifestação realizada pelo Usuário nesta plataforma, independentemente de comunicação prévia ou de justificativa de motivos.
  • O Portal resguarda a possibilidade de fornecer dados e registros dos Usuários às autoridades públicas, com o objetivo de colaborar com procedimentos oficiais de natureza judicial ou administrativa.