InternacionalPolítica

‘Guerra híbrida é permanente e a Argentina pode estar sendo vítima’, diz Celso Amorim

0

Alberto Fernández começa a sentir a pressão internacional e da imprensa, que incentivam protestos contra a gestão argentina. Celso Amorim alerta para um processo de fritura do governo, como aconteceu com Dilma. “Não vejo uma ameaça imediata, mas essa desestabilização vem aos poucos. Quem em 2013 poderia dizer que ia haver uma desestabilização?”.

Celso Amorim e Alberto Fernández
Celso Amorim e Alberto Fernández (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Reuters)

Com os repetidos protestos contra o presidente da Argentina, Alberto Fernández, o ex-ministro Celso Amorim alertou à TV 247 que o país vizinho pode estar sob influência de forças exteriores na chamada “guerra híbrida”, que se manifesta muitas vezes pela imprensa local e internacional, e já começa a queimar a imagem do governo argentino.

Amorim ressaltou que não se deve descuidar de tais acontecimentos. Ele lembrou que em 2013, quando uma onda de protestos contra a ex-presidente Dilma Rousseff deu o primeiro passo para o caminho do golpe, ninguém poderia imaginar o resultado das manifestações. “A guerra híbrida é uma guerra permanente, então eu acho que sim, ele pode ser vítima. Eu não vejo assim uma ameaça imediata, mas eu acho que essa desestabilização vem aos poucos. Quem em 2013 poderia dizer que ia haver uma desestabilização? Nunca. Poderia pensar que aquilo iria ajudar o Aécio na campanha eleitoral, que poderia ter outros efeitos, mas eu jamais, ministro da Defesa, nunca me passou pela cabeça que pudesse ocorrer o que ocorreu. Então não se sabe”.

O ex-ministro ressaltou também que a Argentina é a única representante da esquerda na América do Sul, e por este motivo se torna alvo e deve ser protegida pelas campos progressistas. “A Argentina é hoje, fora a Venezuela, o único esteio de uma democracia progressista na América do Sul, então eu não duvido. Até tem editoriais do Globo já procurando criticar, dizendo que é autoritário e isso deixa eles em uma situação difícil porque ao mesmo tempo que eles teriam gente para se manifestar amplamente [a favor], acontece que o próprio governo prega o isolamento, prega o distanciamento e prega cautela, problemas que aqui também as forças de esquerda enfrentaram em determinado momento. De fato há uma situação, dura, difícil e o Alberto [Fernández] precisa de todo o apoio. Tem que estar muito atento”.

Outras nóticias

GUERRA DE VERSÕES SÓ AJUDA NO DESCRÉDITO DAS AUTORIDADES

Dimas Covas, o diretor-geral do Instituto Butantan, acusou a Anvisa, ligada ao governo federal, de retardar a autorização para a importação da matéria-prima da farmacêutica chinesa Sinovac que possibilitará a fabricação de uma vacina contra a Covid-19 no Brasil, registra ...

Pesquisa XP para São Paulo: cai vantagem de Russomano sobre Covas

Celso Russomanno e Bruno Covas (Foto: Reprodução/Facebook) Pesquisa XP Ipespe divulgada nesta quinta-feira (22) correspondente a disputa eleitoral em São Paulo, indica o empate técnico entre Bruno Covas e Celso Russomanno, candidato de Bolsonaro, apesar do crescimento do Tucano. Já ...

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de privacidade

TERMOS DE USO PARA PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS

  1. Em respeito ao direito fundamental de liberdade de expressão, o Portal permite aos Usuários que publiquem comentários junto das notícias e opiniões veiculadas nesta página.
  • O Usuário, sob pena de responder civil e penalmente, compromete-se em fornecer informações verdadeiras e atualizadas para sua identificação pessoal, e isenta o Portal de notícias de responsabilidade quanto a eventuais informações inverídicas que venha a prestar.
  • Usuários menores de 18 anos, que venham a se manifestar e comentar as notícias e opiniões disponíveis no portal, deverão ser assistidos de seus responsáveis, que responderão civil e penalmente pelo conteúdo.
  • O Usuário compromete-se em publicar comentários e manifestações cordiais, que não violem a legislação nacional vigente ou que impliquem em ilícito de qualquer natureza. Sendo vedada qualquer manifestação discriminatória ou que atente contra a dignidade da pessoa humana.
  • Ao publicar comentário, o Usuário autoriza o Portal que exiba o conteúdo por tempo indeterminado, sem qualquer restrição. Sendo facultado ao Portal que se utilize do conteúdo para qualquer fim, sem qualquer ônus, independentemente de consentimento.
  • O Portal se reserva ao direito de registrar e armazenar qualquer comentário realizado pelo Usuário na página, ainda que tal conteúdo venha a ser indisponibilizado ou excluído por qualquer razão.
  • O Portal se reserva ao direito de suspender, remover ou indisponibilizar qualquer comentário ou manifestação realizada pelo Usuário nesta plataforma, independentemente de comunicação prévia ou de justificativa de motivos.
  • O Portal resguarda a possibilidade de fornecer dados e registros dos Usuários às autoridades públicas, com o objetivo de colaborar com procedimentos oficiais de natureza judicial ou administrativa.