Internacional

Ex-presidente francês Nicolas Sarkozy é indiciado por associação criminosa

0

MORITZ HAGER/ DIVULGAÇÃO

O ex-presidente da França Nicolas Sarkozy foi indiciado nesta sexta-feira (16/10) por suspeita de associação criminosa. Sarkozy é acusado pela justiça francesa de ter recebido financiamento do governo líbio – à época, dirigido pelo ditador Muammar Kadafi – na campanha de 2007.

De acordo com o jornal francês Le Figaro, o ex-presidente foi ouvido nas últimas semanas por juízes responsáveis ​​pelo caso.

Essa não é a primeira investigação contra Sarkozy. O ex-líder francês foi indiciado em março de 2018 por “corrupção passiva”, “ocultação de desvio de fundos públicos” e “financiamento ilegal de campanha” e colocado sob supervisão judicial. Em janeiro, uma denúncia complementar abriu caminho para o agravamento do caso.

Durante a sua última audiência, em junho de 2019, Nicolas Sarkozy se declarou “totalmente inocente neste caso”, denunciado uma “conspiração”.

Outras nóticias

Suécia libera idosos de isolamento

Contrariando países europeus, a Suécia anunciou que os idosos não precisam mais se isolar para proteger-se da pandemia. A agência responsável pelo combate à Covid-19 afirmou que a decisões foi baseada em pesquisas do governo sobre riscos crescentes à saúde ...

Alemanha registra recorde de novos casos diários de Covid

A Alemanha registrou 11.287 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas nesta quinta-feira (22), uma forte alta de 49% em relação ao dia anterior e um recorde diário de infecções desde o início da pandemia. Até então, a maior quantidade ...

Ator mexicano se casa e 100 convidados contraem covid-19

Festa não apresentou nenhum protocolo de segurança exigido em tempos de pandemia, disse diretor da Secretaria de Estado de Saúde da Baja California A grande festa de casamento do ator de novelas mexicanas Armando Torrea com Laura Pérez, realizada no último ...

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de privacidade

TERMOS DE USO PARA PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS

  1. Em respeito ao direito fundamental de liberdade de expressão, o Portal permite aos Usuários que publiquem comentários junto das notícias e opiniões veiculadas nesta página.
  • O Usuário, sob pena de responder civil e penalmente, compromete-se em fornecer informações verdadeiras e atualizadas para sua identificação pessoal, e isenta o Portal de notícias de responsabilidade quanto a eventuais informações inverídicas que venha a prestar.
  • Usuários menores de 18 anos, que venham a se manifestar e comentar as notícias e opiniões disponíveis no portal, deverão ser assistidos de seus responsáveis, que responderão civil e penalmente pelo conteúdo.
  • O Usuário compromete-se em publicar comentários e manifestações cordiais, que não violem a legislação nacional vigente ou que impliquem em ilícito de qualquer natureza. Sendo vedada qualquer manifestação discriminatória ou que atente contra a dignidade da pessoa humana.
  • Ao publicar comentário, o Usuário autoriza o Portal que exiba o conteúdo por tempo indeterminado, sem qualquer restrição. Sendo facultado ao Portal que se utilize do conteúdo para qualquer fim, sem qualquer ônus, independentemente de consentimento.
  • O Portal se reserva ao direito de registrar e armazenar qualquer comentário realizado pelo Usuário na página, ainda que tal conteúdo venha a ser indisponibilizado ou excluído por qualquer razão.
  • O Portal se reserva ao direito de suspender, remover ou indisponibilizar qualquer comentário ou manifestação realizada pelo Usuário nesta plataforma, independentemente de comunicação prévia ou de justificativa de motivos.
  • O Portal resguarda a possibilidade de fornecer dados e registros dos Usuários às autoridades públicas, com o objetivo de colaborar com procedimentos oficiais de natureza judicial ou administrativa.