Economia

Black Friday e Natal devem gerar 400 mil vagas temporárias, diz associação

0

Uma boa notícia em meio à crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. Segundo a Associação Brasileira do Trabalho Temporário (ASSERTTEM), o último trimestre do ano deve gerar milhares de empregos temporários.

Lojistas colocam anúncio em vitrine de loja em shopping na capital paulista

De acordo com a pesquisa, está prevista a criação de pouco mais de 400 mil vagas temporárias por conta do comércio, principalmente por causa da Black Friday e do Natal. A estimativa é que 20% desses profissionais sejam efetivados nas empresas.

Ainda segundo a pesquisa, as contratações temporárias têm aumentado consideravelmente desde setembro, quando uma alta de 42% foi registrada na comparação com o mesmo período de 2019.

O presidente da ASSERTTEM, Marcos Abreu, afirmou que o mês de agosto registrou “a maior quantidade de trabalhadores temporários desde a série histórica iniciada em 2014”. “Foram 200 mil só naquele mês”.

“Quem comandou essas contratações foram as indústrias alimentícia, farmacêutica e de linha branca. Essas marcas aconteceram neste mês porque a indústria estava sem estoque e com quadro de funcionários reduzidos por causa da pandemia”, explicou.

Nesta sexta-feira (16), dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados apontaram que a taxa de desemprego no País subiu de 13,7% na terceira semana de setembro para 14,4% na quarta semana do mês, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-19).

Em apenas uma semana, houve aumento no número de pessoas buscando emprego, e redução no total de trabalhadores ocupados.

A população desempregada foi estimada em 14 milhões de pessoas na quarta semana de setembro, cerca de 700 mil a mais que o registrado na semana anterior, quando essa população totalizava 13,3 milhões.

Outras nóticias

Saldo devedor do Fies pode ser dividido em até 175 parcelas

O Diário Oficial desta quinta-feira (22) traz novas regras para renegociação de débitos dos contratos de financiamentos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). São abrangidos pela resolução contratos concedidos com recursos do Fies até o segundo semestre de 2017, vencidos e não pagos ...

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de privacidade

TERMOS DE USO PARA PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS

  1. Em respeito ao direito fundamental de liberdade de expressão, o Portal permite aos Usuários que publiquem comentários junto das notícias e opiniões veiculadas nesta página.
  • O Usuário, sob pena de responder civil e penalmente, compromete-se em fornecer informações verdadeiras e atualizadas para sua identificação pessoal, e isenta o Portal de notícias de responsabilidade quanto a eventuais informações inverídicas que venha a prestar.
  • Usuários menores de 18 anos, que venham a se manifestar e comentar as notícias e opiniões disponíveis no portal, deverão ser assistidos de seus responsáveis, que responderão civil e penalmente pelo conteúdo.
  • O Usuário compromete-se em publicar comentários e manifestações cordiais, que não violem a legislação nacional vigente ou que impliquem em ilícito de qualquer natureza. Sendo vedada qualquer manifestação discriminatória ou que atente contra a dignidade da pessoa humana.
  • Ao publicar comentário, o Usuário autoriza o Portal que exiba o conteúdo por tempo indeterminado, sem qualquer restrição. Sendo facultado ao Portal que se utilize do conteúdo para qualquer fim, sem qualquer ônus, independentemente de consentimento.
  • O Portal se reserva ao direito de registrar e armazenar qualquer comentário realizado pelo Usuário na página, ainda que tal conteúdo venha a ser indisponibilizado ou excluído por qualquer razão.
  • O Portal se reserva ao direito de suspender, remover ou indisponibilizar qualquer comentário ou manifestação realizada pelo Usuário nesta plataforma, independentemente de comunicação prévia ou de justificativa de motivos.
  • O Portal resguarda a possibilidade de fornecer dados e registros dos Usuários às autoridades públicas, com o objetivo de colaborar com procedimentos oficiais de natureza judicial ou administrativa.